sábado, 31 de agosto de 2013 0 comentários

1 e 2: AmazonWeb abre o mês de setembro esquentando os debates sobre internet livre, comunicação digital e acesso pra valer à informação. Não vai perder!!!

Setembro chega bonito para o ativismo digital, comunicadores populares, midialivristas e todo mundo que gosta de internet livre e de comunicação valendo, com todas as vozes e todas as formas de expressão. É que começa neste 1º de setembro, às 5 da tarde o maior Fórum Digital da Amazônia, - o AmazonWeb, iniciativa da Sucesu e patrocinado pelo CGI - Comitê Gestor da Internet, com a coordenação da CUT.Pará, Sindicato de Processamento de Dados do Pará, ASL-Pa e FNDC-PA – Fórum Paraense pela Democratização da Comunicação. 


O AmazonWeb rolará nos dias 1 e 2 no Gold Mar Hotel e muitas feras do ativismo farão oficinas, desconferências e rodas de conversa nos 2 dias. Destaco, a blogueira Maria Frô, o ativista do Coletivo Fora do Eixo, o Pira, que vai falar sobre mídia ninja e comunicação em rede.  Michael Rosa  e Alex Capuano falarão sobre mídias digitais e Tatiane Pires mostrará em três tempos como se faz e se alimenta um blog. E numa oficina maneira Maria Frô vai mostrar o beabá das redes sociais.

Não vai ficar de fora. Se quiser entender mais e se atualizar sobre internet livre, banda larga, novas tecnologias, tem que estar no AmazonWeb. Dias 1 e 2, sendo que no domingo é a partir das 5 da tarde.

Pra se inscrever, é muito simples: basta curtir a página do AmazonWeb no facebook. E a inscrição dá direito ao evento e mais alimentação. Na sequência, de 3 a 5, no Hangar, o Fórum Gestor da Internet.

Confere só a programação do AmazonWeb  e vai lá. 

AmazonWeb

Dias 01 e 02 de Setembro de 2013.
Local: Gold Mar Hotel

Programação

Domingo (01/09/2013).

15h – Início do credenciamento.
17 h - Mesa de Abertura do AmazonWeb.
19 h – Coquetel e música ao vivo com show de reggae.

Segunda-feira (02/09/2013).

08 às 11h – Credenciamento.

Manhã

8:30h.

Desconferência I: Blogosfera e Ativismo nas Redes Sociais.
Convidados: Conceição Oliveira (Maria Frô) e Diógenes Brandão (As Falas da Pólis). Local: Salão Royal.

Oficina I: Construa seu próprio Blog e suas redes sociais. Convidada: Tatiane Pires. Local: Salão Versales.

Roda de conversa I: Coletivos e Casas de Cultura Digital. Convidados: Coletivo Fora do Eixo. Local: Salão Caripunas.



11h

Desconferência II: O Software Livre é simples, melhor e + barato! - ASL-PA.
Convidados: Sérgio Bertoni (Blogosfero) e Vicente Aguiar (Colivre/Noosfero). Local: Auditório Royal.

Roda de conversa II- Liberdade de Expressão, os Meios de Comunicação e o papel da Internet – Convidados: Michael Rosa e Lidyane Ponciano. Local: Salão Versales.

Roda de conversa III- Afrociberdelia  com Periferia Digital, Coletivo Casa Preta e Mocambos. Salão Caripunas.

13 h - Almoço

Tarde

14:30

Desconferência III– Mídia Ninja: Comunicação em Rede – Convidados: Rafael Vilela (Pira). Local: Auditório Royal.

Roda de Conversa IV - Liberdade de Expressão, os Meios de Comunicação e o papel da Internet. Convidados: Alex Capuano (CUT Nacional) e Lidyane Ponciano. Local: Salão Versales.

Desconferência V: Os Movimentos Sociais e a luta pela contrainformação. Convidados: CUT/Vera Paoloni e CTB/José Marcos Soares. Local: Salão Caripunas.

16h.

Oficina de redes sociais – Maria Frô. Local: Auditório Royal.


DesconferênciaVI - O que é o CGI, o que se propõe e qual o motivo da resolução que criou a “Campanha Nossa Amazônia”.  Percival Henrique (CGI – Comitê Gestor da Internet). Local: Salão Caripunas.

Oficina D: Produção de revistas e mídias digitais. Convidados: Carlos Pará (PZZ) e Rosinaldo Pinheiro (Turma do Açaí). Local: Salão Versales.

Noite

18h.
Plenária final com balanço dos organizadores e aprovação da 1ª Carta da Amazônia pro Fórum da Internet do Brasil.

19h.

Passeio fluvial pela orla de Belém a bordo do Iate Borari, com show com o grupo de carimbó Sancari.


FNDC.Pará presente no Dia nacional de Paralisação, 30 de agosto, com ato público diante da TV Liberal, repetidorado Globo. #Globosonega

sábado, 24 de agosto de 2013 0 comentários

Neste domingo 25/8, começa a coleta pelo projeto de iniciativa popular para que tenhamos uma Lei da Mídia Democrática. Na Praça da República, às 10 horas!

Vamos às ruas na Praça da República em belém  partir das 10 h neste domingo 25/8 para dar o pontapé inicial da coleta de assinaturas ao Projeto de Lei de Iniciativa Popular que exige uma lei da mídia democrática. O Fórum Paraense pela Democratização das Comunicações decidiu coletar 150 mil assinaturas e que cada entidade filiada ao fórum seja um comitê de campanha, coletando assinaturas e avançando na luta para expressar a liberdade

O kit coleta está aqui. Imprima o seu exemplar (aliás, vários) e de forma militante, unida e constante vamos chegar à meta de arrecadar em todo o país 1 milhão e 300 mil assinaturas para que os movimentos sociais também tenham espaço na mídia. Combater o monopólio de comunicação e abrir espaço para que todos e todas tenham voz e vez, essa é nossa meta!!

Direito à informação é um direito humano!

Agenda de luta do FNDC.Pará

25/8, domingo - às 10 horas, na Praça da República, coleta de assinaturas para a Lei de Mídia Democrática;

29/8 - Seminário nacional promovido pela Amarc: Rádios Comunitárias para Todos os Povos. Das 9 às 18 em Belém, na UFPa. auditório setorial básico.Mais informações: Organização local: FACOM/UFPA): (91) 3201-8490 e (91) 8150-0738, com Brunella Velloso; 

30 de agosto – Ato do FNDC. Pará no Dia Nacional de Paralisação e Mobilização das Centrais Sindicais - Concentração às 8 horas no bar do Parque, saindo rumo à av Nazaré. Ato público diante da Tv Liberal, repetidora da Tv Globo, continuando até o CIG - Centro Integrado de governo. 

1 e 2 de setembro - Participar e coletar assinaturas so projeto de Lei da Mídia Democrática no 1º AmazonWeb, forum de mídia livre que conta com a CUT.Pa como uma das organizadoras. No Hangar. Para se inscrever ao AmazonWeb, basta curtr a página no facebook.

3 a 5/9 -Participar e coletar assinaturas ao projeto de Lei da Mídia Democrática no Fórum Gestor da Internet. Para se inscrever, basta entrar neste linque .

Outras decisões do FNDC.Pará

A primeira reunião do FNDC.Pará aconteceu a 12 de agosto, na sede da CUT.Pará. Decisões tomadas coletivamente:

  • 150 mil - Coletar 150 mil assinaturas em todo o Pará; 


  • CUT e CTB -  Ter como ponto de apoio da campanha do FNDC – Pará as sedes da CUT e da CTB; 
  • Confecção de instrumentos de mobilização como: folder, banner, cartazes, panfletos e peças publicitárias (para serem veiculadas nas rádios comunitárias); 
  •  Realização de um curso de formação para novos comunicadores; 
  •  Construção de um calendário de campanha para ser apreciado na próxima plenária do FNDC – Pará;
  •  12 de setembro – Plenária do FNDC – Pará (Pauta: 1 - Apresentação da Programação do FNDC, 2 - Eleição dos delegados pra plenária nacional do FNDC em Brasília, a se realizar nos dias 21 e 22 de setembro).
  • ***
P.S. - Hoje, 24 de agosto, belo dia é o niver da amiga e irmã Eliane Carneiro, amiga de muitas horas e muitas esquinas, histórias. Querida, amada e a quem desejo de tudo de bom nesta e noutars vidas. 
terça-feira, 20 de agosto de 2013 1 comentários

Mano Zé Wilson: 4 anos sem ti. E essa saudade que pula e se aquieta, pula e se aquieta, faz brotar choro e riso....

Republico post que escrevi na véspera da partida do meu mano Zé Wilson, que se foi dentre nós a 20 de agosto de 2009, ele com 50 anos e mil e um planos de ser feliz ao lado da amada, Gabriela, dos filhos do primeiro netinho, que ele não veria mais aqui e que hoje é um menino grande e bonito.

Meu mano é uma dessas perdas doídas demais, assim como meu outro mano Betinho (que se foi em 2000) e meu amado paizinho (nos deixou a 13 de abril de 2011).
Penso neles três e no Walter, no Castagna Maia com imensa saudade e carinho.

Zé Wilson se foi há quatro anos. Mas o riso dele, o carinho e as brincadeiras e doces impertinências estão impregnadas na memória da minha pele.

Beijão, meu maninho amado! Vida que segue....
Mano Zé Wilson que se foi em 2009, aos 50 anos.

Antes de partir - Para José Wilson, maninho

Antes da tormenta que se abateu sobre minha família, vi e revi um belíssimo filme chamado "antes de partir".

Dois homens, um multimilionário e outro classe média-media adoecem de câncer e os médicos lhes dão 6 meses de vida, no máximo. Conversam no hospital e acabam fazendo um roteiro do que desejam fazer nos 6 meses finais.
E aí começa pra valer o filme: voar e se jogar do céu acima das nuvens; beijar a mulher mais linda do mundo; fazer um safari no meio da África; subir o Himalaia e de lá olhar o nascer do sol e daí por diante... Se reconciliar com pessoas amadas que ficaram derrubadas pela mágoa no caminho da vida. São muitas sugestões.

Não conto o resto. Vale a pena olhar e chorar. E rir. E refletir.

Por que lembrei desse filme?
Ontem fizemos uma roda de oração em casa, sob o comando da amiga Sandra, após a minha vinda da UTI em que meu mano Zé Wilson está há 3 dias, muito mal. Quando acabou a reza e todos se foram, me peguei a pedir pra Deus que dê mais uma chance pro meu mano.
Para que ele tenha o direito de fazer o que gosta e precisa antes de partir. 
Brincar com Bidu, o cachorro que ele tanto ama e que se tornou um grande amigo quando o lúpus baixou feio; 
beijar a boca da Gaby mais algumas vezes; ela, a mulher intensamente amada; 
ver o netinho que ainda está na barriga da Paulinha; 
passear de mãos dadas com o netinho, filhote da Pâmmela; 
ver o pôr do sol da baía do Guajará; 
acompanhar a procissão do Círio de Nazaré; 
conversar com o Marquito; mandar os meninos estudarem como forma de vencer na vida; 
casar de novo de papel passado...s
ei lá, tou imaginando coisas que ele faria.
Papai do Céu, dê essa chance pro meu mano, por favor. Antes dele partir.
Vera

P.S. Escrevi esta cartinha dia 19 de agosto de 2009. Dia 20, às 8 e meia da noite, o coração do Zé não suportou mais hemodiálise, UTI, nada. Ele se foi, aos 50 anos, o coração cheio de amor pra dar. Muitos sonhos interrompidos. Ficou a saudade e a perplexidade e a belíssima história de vida de um homem bom e decente.
domingo, 11 de agosto de 2013 2 comentários

Papai me ensinou que a alegria é o motor da vida. E que é preciso repartir o que temos de bom com quem mais precisa. A bença, paizinho!

Amor ,aconchego e ensinamentos  nos abraços e nas atitudes.

Paizinho ficou entre nós quase 88 anos e se foi a 13 de abril de 2011. Me ensinou tanto com palavras, atos e abraços. Como confortavam os abraços chegados, como esse na foto, carinhosamente olhado por mamãe lá na casa da minha amada mana, em Fortal. 

Me ensinou que é preciso ajudar os que têm fome de justiça, que palavra dada tá empenhada e precisa ser cumprida, custe o que custar. Que ajudar os outros é fundamental na caminhada da vida. Que é preciso amar as pessoas, os animais, ter amigos em cantinho especial do coração, cuidando com todo carinho do mundo. Que honestidade consigo e com os outros é tudo, mesmo que às vezes afaste alguns. E que a alegria é motor da vida, rir, dançar, brincar, amar.

Tanta coisa me ensinou seu Heraldo! Ainda menina ele me dizia, na contramão dos pais que preparavam as filhas para casamentos: estude, esse vai ser seu marido pra vida toda. Tinha tanta razão, meu visionário pai.

Gostou do sapo barbudo Lula e do amor dele pelos pobres, por querer repartir um pouco da imensa riqueza do país com os pobres, os aposentados, de dar chance para que filho de pobre pudesse estudar. Pescador e amante do mar, meu pai pescou muitas raras a maravilhosas ideias e nos reuniu em torno delas.

Papai me chamava de "meu brilhante", gentileza exagerada de pai apaixonado pelos filhotes. Em dias de tempestade e quando certo  e errado se embaralham na minha mente, lembro dele me dizendo, ao me abraçar: Lúcia, na dúvida, olha teu coração! (Meu nome é Vera Lúcia e só ele me chamava de Lúcia).

Ah! paizinho, quanto me faz falta nossas conversas, teus abraços! Agora que tás aí pertinho do manos Betinho, Zé Wilson, Castagna Maia, Walter, tio Getúlio e tantos outros, faz uma festa e dá um jeito de vir nos dar um abraço desses que falam mais que mil palavras e acalantam a alma, orientam a vida e agasalham nossas dores!

A bença, pai! Como te amo! E tento seguir no rumo dos teus ensinamentos. Abraço especial a todos os pais e pãins deste país!

*** P.S - Neste Dia dos Pais, 11 de agosto de 2013, a CUT.Pará envia uma caravana de busão a Brasília para ajudar na luta #contraPL4330, o projeto de lei que destrói empregos, direitos sociais e trabalhistas. O melhor presente aos pais e mães da classe trabalhadora deste país é a não-aprovação desse famigerado projeto!
 
;