sexta-feira, 10 de maio de 2013

Para ser mãe, há que construir amor em cada momento da convivência. Um Feliz Dia das Mães, não só neste domingo, mas em todo santo dia!

Tia santinha, mamãe e Antonio.
Na foto, minha tia Santinha, minha mãezinha e meu mano mais velho, Antonio. Os três, cheios de afetos que acarinham, aconchegam todo santo dia. Estão na linha do meu tempo afetivo, do meu e no da mana Roseira, ela também uma doce guerreira e grande mãe, minha inclusive, às vezes. 

Mãe, a tua bênção e um ótimo Dia das Mães. Te amo, valente veinha!

E procês, resumo de um bonito e instigante artigo escrito pela mestra Luzia Miranda Álvares: 

{...O sentimento do amor é construído em cada momento da convivência. Assim, p
ara ser mãe, o primeiro aspecto que deve prevalecer é a simplicidade em reconhecer a amplitude da afetividade criada em torno de um coletivo: o ser humano. 

Pelo dia das mães e pela certeza de que o amor é construído!

Clique aqui para continuar lendo todo o belo artigo da Luzia Miranda Álvares.


Tem dengo e abraço, tem mãe e filha
Eu, mana Rosa e mamãe: rindo do mundo e da vida!

P.S - Meu abraço carinhoso e solidário à compa Bena, presidenta do Sindicato dos Trabalhadores e  Trabalhadoras Rurais de Igarapé Miri, que perdeu seu netinho de 2 anos, ontem, vítima de atropelamento. Que Deus te conforte a toda a tua família nesse momento de profunda dor.

2 comentários:

Paulo Santana disse...

Parabéns Vera Paoloni, mesmo no pouco tempo que tive alguma convivencia - quando trabalhei na AEBA, na epoca da campanha contra a extinção da SUDAM e Privatização do Banco da Amazonia, na gestão do Sales - pude perceber que Você é uma grande mulher e, pela sua preocupação com todos que estavam na luta, demonstrou ser uma grande mãe. Voce merece ter um Feliz Dia das Mães, e em todos os outros dias do ano.Abraços do Paulo Santana (filho do Mairata)

Vera Paoloni disse...

Paulo,

obrigada pela visita e pelos comentários no blog e um ótimo Dia das Mães pra ti.

Super abraço,

 
;