sexta-feira, 23 de dezembro de 2016 0 comentários

Como manter a beleza da esperança, a firmeza da luta e a alegria do amor... Uma rápida mensagem de Natal deste 2016

Eita, 2016.
Ano que tiraram a Dilma, presidenta legitimamente eleita e sem qualquer crime.
Pra por o Temer, e eis que ele, atendendo aos clamores das panelas batidas chamando as trevas:
- Entregou o pré-sal para grandes petrolíferas estrangeiras, derrubando o passaporte do futuro de nossas crianças e jovens;
- aprovou na Câmara e Senado a PEC da Morte, PEC%% que congela investimentos públicos por 20 anos e na prática, acaba com concurso público;
- fará tramitar em fevereiro/2017 a reforma da previdência, que fará o brasileiro trabalhar 49 anos para ter direito a se aposentar;
- e nesta antevéspera de Natal, para a classe trabalhadora, um oiutro "presente": acenar com jornadas diárias de 12 horas e que vale o negociado sobre o legislado. Mexe na CLT, instrumento que dá dignidade e valoriza o trabalhador e que é regra no país desde 1943;
- já acabou com milhões de Bolsa Família;
- quer premiar as operadoras de telefonia, enfim, pagar a conta do golpe.
Pra isso, tiraram a Dilma!
Éguuuuuaaaaaaaaaa!!!

Mas amanhã é véspera de Natal deste 2016 de tantos direitos confiscados e eu não posso deixar de enviar a mensagem de esperança para os corações que estão antenados na luz e na fé.

Então, aí vai:

Que mantenhamos a beleza da esperança, a firmeza da luta e a alegria do amor neste Natal e no 2017 que se aproxima. Meu abraço!
"Não é que o mundo seja só ruim e triste. É que as pequenas notícias não saem nos grandes jornais. Quando uma pena flutua no ar por oito segundos ou a menina abraça o seu grande amigo, nenhum jornalista escreve a respeito. Só os poetas o fazem."
(Rita Apoena)

UNI e nossa árvore de Natal....


Das muitas jornadas de luta deste 2016.. e a orquídea nativa que n~]ao para de dar flor.. ainda bem!

domingo, 27 de novembro de 2016 0 comentários

Hasta siempre, Fidel! A luta continua, comandante! Viva a revolução cubana!

Fidel nos deixou na madrugada deste sábado 26/nov/16, aos 90 anos.
Não é pra qualquer um enfrentar o poderio de um império como o dos Estados Unidos, superar 638 tentativas de assassinato, ter um embargo econômico por 5 décadas seguidas e triunfar. Não é pra qualquer um!
Viva Fidel!
Viva a luta cubana!
Viva a utopia!
Viva a resistência!
Viva a revolução!
Deixo aqui a poesia de Ruy Guilherme Paranatinga Barata, poeta e comunista paraense, para homenagear Fidel Castro Ruiz, eterno comandante:
"E cresço na aurora livre
galopando esse corcel.
cresço no verso espumando entre as linhas do papel.
cresço rubro de esperança
na barba de Don Fidel."
(Ruy Barata - in: Canção dos quarenta anos)
#RIPcomandanteFidel
*
Entrevistei queridas médicas cubanas que serviram aqui no Pará em Melgaço vindas ao nosso país via o brilhante program Mais Médicos. E minha casa muitas vezes foi a embaixada de Cuba, solidária e alegre. Elas me falamra de Cuba, de Fidel. Amam Fidel, o caminho construído que tem hoje uma das melhores medicinas do mundo,m uma educação pública de qualidade e uma saúde de dar inveja. Não conhecui a ilha ainda. Verei como será sem Fidel.
*
Muita gente querida postou algo sobre Fidel.
Vou deixar aqui o post de Vicente Rodrigues, expressado em seu perfil no Facebook Como seria Cuba sem Fidel e a Revolução Cubana? >Os Estados Unidos não bloqueariam economicamente o país por décadas, buscando arruinar a economia cubana; Mas Cuba não seria soberana, e jamais poderia ter contribuído decisivamente para acabar com o apartheid e o colonialismo na África.
 Os celulares "Apple" e os carros "General Motors" seriam novos em folha; >Mas a fome e a falta de atendimento médico atingiriam boa parte da população Haveria mais crianças com tênis "Nike" nas ruas; E também crianças dormindo nas ruas.
Os jornais seriam menos comprometidos com o governo;
E completamente comprometidos com grupos empresariais nacionais e transnacionais.Enfim, o fato é que seria uma outra Cuba, bem diferente.
E temos uma boa pista disso nos dias de hoje.
Há um pedacinho do território de Cuba que não é administrado pelos cubanos, mas sim pela "maior democracia do mundo.
Trata-se da prisão de Guantánamo (ou "GTMO", como chamam carinhosamente os gringos o centro de tortura que montaram em território cubano surrupiado antes da Revolução.
 *

Mensagem de Lula sobre o falecimento de Fidel 
DESCANSE EM PAZ, COMPANHEIRO FIDEL Morreu ontem o maior de todos os latino-americanos, o comandante em chefe da revolução cubana, meu amigo e companheiro Fidel Castro Ruz.

Para os povos de nosso continente e os trabalhadores dos países mais pobres, especialmente para os homens e mulheres de minha geração, Fidel foi sempre uma voz de luta e esperança.

Seu espírito combativo e solidário animou sonhos de liberdade, soberania e igualdade. Nos piores momentos, quando ditaduras dominavam as principais nações de nossa região, a bravura de Fidel Castro e o exemplo da revolução cubana inspiravam os que resistiam à tirania.

Eu o conheci pessoalmente em julho de 1980, em Manágua, durante as comemorações do primeiro aniversário da revolução sandinista. Mantivemos, desde então, um relacionamento afetuoso e intenso, baseado na busca de caminhos para a emancipação de nossos povos.

Sinto sua morte como a perda de um irmão mais velho, de um companheiro insubstituível, do qual jamais me esquecerei.

Será eterno seu legado de dignidade e compromisso por um mundo mais justo.

Hasta siempre, comandante, amigo e companheiro Fidel Castro.

Luiz Inácio Lula da Silva
São Paulo, 26 de novembro de 2016 .
*
Mensagem de Dilma sobre o falecimento de Fidel
Sonhadores e militantes progressistas, todos que lutamos por justiça social e por um mundo menos desigual, acordamos tristes neste sábado, 26 de novembro.
 A morte do comandante Fidel Castro, líder da revolução cubana e uma das mais influentes expressões políticas do século 20, é motivo de luto e dor.
 Fidel foi um dos mais importantes políticos contemporâneos e um visionário que acreditou na construção de uma sociedade fraterna e justa, sem fome nem exploração, numa América Latina unida e forte.
 Um homem que soube unir ação e pensamento, mobilizando forças populares contra a exploração de seu povo.
 Foi também um ícone para milhões de jovens em todo o mundo.
 Meus mais profundos sentimentos à família Castro, aos filhos e netos de Fidel, ao seu irmão Raul e ao povo cubano.
Minha solidariedade e carinho neste momento de dor e despedida.
 Hasta siempre, Fidel!
 Dilma Rousseff
Presidenta eleita pelo voto popular brasileiro,
*
A blogueira Maria Frô também fez um belo texto sobre Fidel.

domingo, 30 de outubro de 2016 0 comentários

Égua, pai dégua, arreda que ele vem: Edmilson 50, é o nome da mudança... Só Pilatos lava a mão diante da barbárie..

Vou votar daqui a pouco neste domingão 30/outubro/16 e que em Belém escolheremos entre a barbárie de Zenaldo 45 e a inclusão social de Edmilson 50. Cravarei 50. Para que a população de Belém tenha um respiro de paz, de alegria, de democracia e participação do povo que trabalha e precisa de uma rede de proteção diante da brutal exclusão que o Temer vem apontando para o país, para jovens, mulheres, homens e crianças. E nunca passou pela minha cabeça dar uma de Pilatos, lavar minhas mãos que equivale a  isso o anular o voto hoje.

E tenho uma historinha pra contar antes de subir este post e desligar o computador: Ed tinha assumido em 1997 e o compa Valdir Ganzer chamou a mim e outros compas para a construção do que viria a ser o Banco do Povo, uma forma solidária de conceder empréstimos a quem não tinha a menor chance de sequer abrir uma conta nos bancos do sistema financeiro.

Topamos o desafio e lá fomos eu e Marcão (hoje presidente da CTB.Pa) para Brasília e Porto Alegre ver outras experiências. Trabalhamos, o tempo passou e o banco do povo saiu do papel, virou política  de governo, criando chances reais de permitir sonhos a quem não tinha a menor chance no chamado mercado. 

Em 2001, o compa João Cláudio Arroio nos entregou uma placa de gratidão pelo nosso feito lá atrás, placa que anda amarelada no meio das minhas estantes, mas gosto de deixá-la ali pra me lembrar como um prefeito comprometido com o povo que mais precisa pode fazer muito. Ed é esse nome, é essa pessoa. 

E vamos votar pelo futuro. Pra termos a oportunidade de ver Belém votar a ser feliz, pois esses últimos 12 anos não têm sido fáceis! 
Para abrir os caminhos e também manter minha linha de vida e coerência na luta em defesa da classe trabalhadora, voto
#Ed50

O clip do #ed50



Um prefeito comprometido com o povo faz toda a diferença






0 comentários

ègua, pai dégua, arreda que ele vem: Edmilson 50, é o nome da mudança... Só Pilatos lava a mão diante da barbárie..

Vou votar daqui a pouco neste domingão 30/outubro/16 e que em Belém escolheremos entre a barbárie de Zenaldo 45 e a inclusão social de Edmilson 50. Cravarei 50. Para que a população de Belém tenha um respiro de paz, de alegria, de democracia e participação do povo que trabalha e precisa de uma rede de proteção diante da brutal exclusão que o Temer vem apontando para o país, para jovens, mulheres, homens e crianças. E nunca passou pela minha cabeça dar uma de Pilatos, lavar minhas mãos que equivale a  isso o anular o voto hoje.

E tenho uma historinha pra contar antes de subir este post e desligar o computador: Ed tinha assumido em 1997 e o compa Valdir Ganzer chamou a mim e outros compas para a construção do que viria a ser o Banco do Povo, uma forma solidária de conceder empréstimos a quem não tinha a menor chance de sequer abrir uma conta nos bancos do sistema financeiro.

Topamos o desafio e lá fomos eu e Marcão (hoje presidente da CTB.Pa) para Brasília e Porto Alegre ver outras experiências. Trabalhamos, o tempo passou e o banco do povo saiu do papel, virou política  de governo, criando chances reais de permitir sonhos a quem não tinha a menor chance no chamado mercado. 

Em 2001, o compa João Cláudio Arroio nos entregou uma placa de gratidão pelo nosso feito lá atrás, placa que anda amarelada no meio das minhas estantes, mas gosto de deixá-la ali pra me lembrar como um prefeito comprometido com o povo que mais precisa pode fazer muito. Ed é esse nome, é essa pessoa. 

E vamos votar pelo futuro. Pra termos a oportunidade de ver Belém votar a ser feliz, pois esses últimos 12 anos não têm sido fáceis! 
Para abrir os caminhos e também manter minha linha de vida e coerência na luta em defesa da classe trabalhadora, voto
#Ed50

O clip do #ed50



Um prefeito comprometido com o povo faz toda a diferença






domingo, 2 de outubro de 2016 2 comentários

Pode vir banzeiro, pode vir maresia que eu trago na alma e na vida, amor, esperança e fé. Sou da resistência, da luta. Sou 13, sou PT!

Vou às urnas logo mais com uma certeza: é preciso valer os nossos sonhos e as nossas utopias e isso não envelhece. 
Vou de 13- Regina neste primeiro turno e Edmilson 50 no segundo. E tendo como candidato a vereador, o querido e grande lutador Otávio Pinheiro, 13.013. Com a mesma energia e alegria que votei em Lula em 1989. 
Somos da resistência e da luta. Seguramos os banzeiros e é assim que vimos vencendo há 36 anos deste lindo e amado PT. 
Arrancaram Dilma do Planalto a 31 de agosto/16, presidenta sem qualquer crime e legitimamente eleita pelo povo. 
Têm um pacote de corte de direitos sociais e trabalhistas e de violação da democracia e soberania do país (entrega do pré-sal e agora, de novo, pedir a bênção ao FMI). 
Trazem um tempo trevoso, sombrio, carregado. 
Mas não será fácil nos derrotar. Trazemos na alma e na vida o amor e o enfrentamento a banzeiros e maresias.
Venceremos as atrocidades com unidade, resistência, fé, esperança e luta.
Golpistas não arrancarão nossos sonhos e nossa fé.
Vamos que vamos! Domingão lindo, 2/out/16 em Belém.Pa. 
Vou de 13. E 13.013 - Otávio vereador.
Bom dia, teimosia! 
Bom dia, alegria!!!
  #OrgulhoDeSerPetista




quinta-feira, 18 de agosto de 2016 0 comentários

Papai, assim tão as coisas por aqui neste agosto difícil...

Bença, pai

Tinha montão de coisas pra te dizer, mas tou há horas olhando o teclado e pensando como vou te contar o que tá acontecendo aqui. Rogério, nosso menino, faz 40 anos hoje. Mais 1 abençoado 18 de agosto em nossas vidas. Penso no tempo em que tu, mamãe e Antonio ficaram com ele por mais de ano, a fim de que eu pudesse tocar a vida... 

Este agosto de 2016 não tá sendo fácil, papai.. Um bando de criminosos todos arrolados em crimes de corrupção e outros, estão tirando a presidência das mãos da Dilma (ela foi reeleita em 2014 com mais de 54 milhões de votos). E o governo golpista e interino assumiu dia 11 de maio deste ano e está acabando com a verba de saúde, educação, quer congelar salários e o salário-mínimo, já cortou do Minha Casa Minha Vida a possibilidade de quem ganha até 3 salários-mínimos poder comprar a casa própria. E abriu uma faixa só pros ricos. Vai cortar o Bolsa-Família. Vai estraçalhar os direitos, concurso público, a CLT que existe desde a época do Getúlio Vargas.

Não tá fácil, meu velhinho. Quero um pouco da tua alegre resistência.

Penso em ti todos os dias. Penso e vou logo pedindo proteção pra gente. 
Bem que eu queria te dar boas novas. Tem uma: a resistência de boa parte do povo a esse golpista Temer. 

E tem outra: a coragem da Dilma, uma guerreira. Dia 29 ela vai ao Senado. Pra dizer cara a cara o que todo o país sabe: que ela tá sendo arrancada sem ter um único crime. E criminosos graúdos como Eduardo Cunha e outros, continuam soltos.

Vou te contando de vez em quando o que tá acontecendo aqui. Mamãe e Antonio tão bem e Ana Rosa te manda um abraço saudoso. Ela vem passar o Círio e isso me anima. Marco tá usando marcapasso há 1 ano e tá bem, só engordou além da conta. Pulou uma imensa fogueira. Silvinho, Liza e as crianças tão morando há 1 ano em Bragança e tão gostando de lá. Vou parar agora, pois vou com a amiga Gli numa missão daquelas que gostarias de ir junto. Depois te conto.

Te amo.

Tua filha rubi. (Belém, 18 de agosto de 2016).
Bença, pai...

Nossa guerreira injustiçada...

domingo, 14 de agosto de 2016 0 comentários

A bença, paizinho.. como eu queria e 'tou precisada da fala do abraço... Feliz Dia dos Pais!

Paizinho, a bença...

Queria olhar contigo esse ipê no meio do bosque, enquanto falávamos de vida...
ter milhões de abraços iguais a esse da foto, dado num dia em que tudo que queríamos era a fala dos abraços, fala esta tão necessária hoje...
E ficar te olhando enquanto miravas os barcos no mar, tu que atravessaste tantos mares e baías zangadas...

Sei que o amor que nos liga é para sempre, seu Heraldo e que desse outro canto em que nos olhas, tás em sintonia com nossa saudade e vais vibrando no amor e isso chega em sonhos, em lembranças doces como de ti contando histórias, ensaiando uns passos de carimbó e rindo muito das besteiras da vida e nos ensinando com o riso e coragem a vencer as pedreiras. 

 Te amo, papai! 

 E não queria dizer, mas me fazes uma falta oceânica... 

Feliz Dia dos Pais, seu Heraldo! 
Belém, 14 de agosto de 2016. Pausa pra política.
 #SomosResponsáveisPeloQueCativamos

Bastava a fala do abraço. A bença, pai...

terça-feira, 2 de agosto de 2016 0 comentários

Comitês paritários no Banpará: espaços democráticos que precisam ser valorizados e fortalecidos. Eleição é neste 4 de agosto! Borilá...

Nesta quinta-feira 4/agosto/16, o funcionalismo do Banpará vai à urna eletrônica (via terminal/estação de trabalho) para eleger 12 colegas como titulares aos comitês paritários: Disciplinar, Relações Trabalhistas/CRT, Segurança e PCS (Plano de Cargos e Salários). Cada colega pode votar em até até 3 candidatos/candidatas por comitê. Três indicações por comitê e a democracia está assegurada na escolha da representação eleita. É um rico processo democrático e os comitês integram o Acordo Coletivo de Trabalho da categoria bancária no Banpará. Espaços de debate, diálogo, contraditório e construção coletiva. Um processo nosso, portanto. E que merece integral valorização, ainda mais nestes tempos em que a democracia está sendo explodida!

Concorro a dois comitês dos quais já participo, tendo sido eleita no voto direto pelos meus colegas há 2 anos atrás: no comitê disciplinar e no do PCS. 

No Disciplinar procuramos ampliar ao máximo o direito de ampla defesa de cada colega e propor saídas que não sejam somente punições, demissões .

 Já no PCS, apresentamos propostas e relatórios à direção do banco sobre critérios de avaliação de desempenho e buscando adequar a realidade da tabela de cargos ao tempo de banco dos colegas. Ou seja, compatibilizar carreira/tempo e salários. Um debate que não avançou e que é absolutamente necessário para corrigir distorções que existem ainda e garantir uma perspectiva real de carreira com salários. 

Peço seu voto para ser uma das três pessoas a compor tanto o comitê Disciplinar, como o do PCS. E como existem diversos colegas concorrendo, peço que vote em 3 para cada comitê.

 Muito obrigada.

Vera Paoloni
Funci Banpará




Nas caminhadas em prol da democracia e dos direitos!

Porque unidade, luta e solidariedade é preciso...

Uma imagem constante na luta em defesa do funcionalismo do Banpará.


Um pouco do significado de cada Comitê:

1. PCS
-
O Grupo de Trabalho do Plano de Cargos e Salários (GT/PCS) é responsável por estudar, pesquisar e propor atividades relacionadas ao Plano de Cargos e Salários do funcionalismo do Banpará.​ Tudo sobre carreira, cargo e salários de cada bancário precisa passar pro este grupo.​ É um GT com;regulamento próprio para desenvolver suas atividades e é composto por três representantes eleitos dos trabalhadores e três representantes indicados pelo Banco, mais respectivos suplentes.​ Nesta eleição, 5 colegas concorrem às 3 vagas no voto direto. ​ 


2 - ​Disciplinar -O Comitê Disciplinar é responsável por discutir, debater e avaliar processos internos, indicando ou não penalidades, referentes às infrações administrativas e disciplinares​ de colegas. Após avaliação do comitê, o processo sobe para o presidente do Banpará que tem ainda hoje o poder discricionário de concordar, ou não, com o sugerido pelo Comitê. Resumindo: ;o presidente>​do banco tem autonomia para se sobrepor à decisão do comitê, mesmo que esta seja unitária, o que pode acontecer e já ocorreu. O Comitê é composto por três membros indicados pelo Banco e três representantes eleitos no voto direto pela categoria.Nesta eleição, 6 colegas concorrem às 3 vagas no voto direto.

 3. ​CRT -O Comitê de Relações Trabalhistas (CRT) é um grupo ​consultivo e paritário ​que analisa as condições de trabalho de cada local da empresa e se os direitos estão sendo garantidos. Visa melhorar as condições de trabalho. É o raio-x sobre o mundo do trabalho e o primeiro lugar pra onde vão queixas como assédio moral, sexual, não pagamento de horas extras, descumprimento do acordo coletivo etc. É formado por três membros representantes indicados pelo Banco e três membros representantes dos trabalhadores eleitos,mais respetivos suplentes.

4. Segurança - A Comissão de Segurança é responsável por debater e sugerir propostas voltadas à segurança bancária, inclusive à abertura e fechamento de unidades de trabalho. Assim como os outros comitês, é formada paritariamente por três membros indicados pelo Banpará e três membros eleitos no voto direto pela categoria bancária, com respectivos suplentes.

 Quem concorre aos 4 comitês nesta eleição 

  GT-PCS
01 KATIA LUIZA SILVA FURTADO
02 VERA LUCIA DOS REMÉDIOS PAOLONI
03 JOANA DA SILVA BORGES
04 LUIZ SERGIO MONTELO TAVARES
05 ODINEA LOPES GONÇALVES

  COMITÊ DE RELAÇÕES TRABALHISTAS – CRT
 01 ERICA FABIOLA MONTEIRO BARBOSA
 02 JOÃO HENRIQUE CARREIRA LOBATO
 03 JOSÉ MARIA GONÇALVES DA COSTA
 04 MARIA SALETE GOMES DE SOUZA
 05 VERA LUCIA DOS REMÉDIOS PAOLONI
 06 HEIDIANY KATRINE SANTOS MORENO

  COMITÊ DISCIPLINAR 
01 ARTUR LEÃO RODRIGUES
 02 ERICA FABIOLA MONTEIRO BARBOSA
  03 LUIZ SERGIO MONTELO TAVARES
 04 MARIA SALETE GOMES DE SOUZA
 05 VERA LUCIA DOS REMÉDIOS PAOLONI
 06 ODINEA LOPES GONÇALVES

  COMISSÃO DE SEGURANÇA
01 ERICA FABIOLA MONTEIRO BARBOSA
 02 JOSÉ MARIA GONÇALVES DA COSTA
 03 SARA MENDES DE MORAIS
 04 LUIZ ALEXANDRE QUEIROZ
quarta-feira, 20 de julho de 2016 1 comentários

Parabéns meu menino que enche os vazios com amor e peraltagens! Te amo! ❤❤❤❤❤❤

Julho muito cheio de energia... viajei pro sul do Pará numa caravana louca e linda..julho mamãe fez 83 anos no dia 6. Hoje, dia 20, meu filhote caçula completa 29 anos e daqui a 2 dias, meu primogênito vai se casar oficialmente pela primeira vez, ele que já é pai de filhos e filhas grandões. Então, este é um julho pra agradecer, agradecer muito a Deus, Nazica, à vida. Curtir as pausas que nos permitem felicidade. Grata eu por tudo que vi, vivi e vou viver, com alegria, choro, riso, gargalhada e muitas pitadas de loucura. Sempre na resistência, na luta, com fé esperança que tudo dê certo, lutando e torcendo para que Dilma volte em agosto. E a gente consiga varrer pra longe esse golpe que ronda e ameaçda nossas vidas.

❤ 
Neste 20 de julho, Dia do Amigo, eu quero parabenizar carinhosamente meu filhote Adriano, grande presente que a vida deu, não só pra mim, mas pra todos e todas que têm a felicidade de estar junto dele. Parabéns, filhote e perdoa a corujice, mas mãe que é mãe, tem que ser coruja.
Te amo!
*
Hoje é o aniversário do meu menino Adriano. Chegava lindo num 20 de julho há 29 anos passados, enchendo o planeta de amor, os vazios de alegria, a escuridão de luz e as revoltas de mansidão e serenidade, unindo contrários e sendo um brinde à vida com alegria. Um ponto de luz e amor.

Meu terceiro e caçula filhote faz 29 anos hoje, longe de mim (snif), mas ambos sintonizados no amor e na cumplicidade dessas quase três décadas de convívio e aprendizados. 

Agradeço ao poeta Manoel de Barros ter feito um poema que um pouco resume como é este meu filhote a quem desejo muito riso, muito amor, paz, energia e uns trocados pra não se aperrear muito. O restante ele trouxe de outras vidas.
 Te amo, Dri, Ni, Nhenhém! 

 E vou deixar agora o poeta falar por mim: 

"A mãe reparou que o menino gostava mais do vazio, do que do cheio.
 Falava que vazios são maiores e até infinitos.
 O menino aprendeu a usar as palavras. 
Viu que podia fazer peraltagens com as palavras. 
E começou a fazer peraltagens. 
Foi capaz de modificar a tarde botando uma chuva nela. 
 O menino fazia prodígios. 
Até fez uma pedra dar flor. 
A mãe reparava o menino com ternura
A mãe falou: Meu filho você vai ser poeta! 
Você vai carregar água na peneira a vida toda. 
Você vai encher os vazios com as suas peraltagens, 
e algumas pessoas vão te amar por seus despropósitos!" 
(Manoel de Barros, em O Menino que carregava água na peneira)

#PequenasCoisasQueDeixamAvidaMaisBonita

Um pouco de Adriano nesta história real.

Tem como não amar?


O que é do amor não enjoa... com a amada

Coisas do coração...

Quando o amor pega, não tem jeito...

Amor de outras vidas...


Com o mano do coração...
2a posse da Dilma...

Outro niver, tempos atrás..

O amor nos tempos do Círio...

domingo, 26 de junho de 2016 1 comentários

A que horas ela chega no dia 30 de junho em Belém? Traz tua energia, fé e carinho... Vamos receber Dilma em Belém/ São Brás. #VemQuerida

Meu blog deve estar quase me deserdando do testamento afetivo, tão abandonado ele anda...Perdoa, filho, é que tem sido tanta barbárie despejada sobre nós que não tenho parado... Mas tenho uma boa nova pra te dar: Dilma chega em Belém nesta semana, dia 30 à tarde. Estamos empenhando todas energias pra fazer uma bonita recepção à amada presidenta que foi arrancada quase no início do seu mandato por um processo espúrio, repugnante e que vem sequestrando a democracia e os direitos da classe trabalhadora, o sonho dos jovens, mulheres, homens, idosos. 

Então, dia 30, vamos todos a São Brás, a partir das 16h, local em que haverá um bonito show cultural e todas as vozes que defendem a democracia e os direitos sociais! Noutro post eu falo do que o governo usurpador de Temer está fazendo já agora e a barbárie que pretende implantar no país já já. Noutro post.

Na próxima quinta-feira, 30 de junho, Dia de São Marçal, Dilma em Belém. Traz tua energia, tua alegria, tua esperança e tua fé  e vamos recepcionar a guerreira que lutou na juventude contra a ditadura para que tivéssemos liberdade e democracia. E continua lutando firme hoje contra o golpismo e a nova ditadura.

Assistam o vídeo, leiam o belo texto e antes que eu me esqueça, ForaTemer!



DESCULPE-NOS, QUERIDA DILMA ROUSSEFF


O belo e tocante texto de Maria Gabriela Saldanha

"Primeiro, todos os homens da linha de frente, da alta cúpula, tiveram que ser limados para que se lembrassem que uma mulher honesta, que foi torturada, que atravessava um câncer, seria um bom nome a ser considerado. 

Depois, muitos duvidaram da sua capacidade durante todo o seu mandato e fizeram chacota da sua diferença, como oradora, quanto aos homens que saíram de cena. 

A cobrança se voltava para fatores diversos, incluindo a sua aparência e a forma como organizava suas ideias. 

Muitas dessas pessoas sabiam que ela tomou tantos socos quando foi presa que tem problemas na arcada dentária até hoje. Sabiam também que precisaram suspender sessões de tortura porque ela teve uma hemorragia uterina que não passava. Mas não sabem de tudo o que pode ter lhe acontecido. Ninguém imagina.

Mesmo com todo esse tratamento indigno ela foi reeleita, mas em um país dividido entre ela e um agressor de mulheres. 

No dia da sua posse, as redes sociais foram tomadas por piadas humilhantes a respeito de sua roupa e do seu corpo. No discurso, ela destacava sua mulheridade. 

Em vez de um homem, sua filha celebrava esse momento ao seu lado. A insatisfação dos que não elegeram o agressor tomou algumas formas óbvias: nas varandas das elites, essa mulher foi chamada de piranha, vagabunda, mandaram que tomasse no cu. 

Um adesivo com a sua imagem, onde foi estampada de pernas abertas, era colocado sobre os carros para que a mangueira de abastecimento de combustível simulasse um estupro. As ofensas à sua figura se misturavam com as críticas ao seu governo. Ela nunca teve tranquilidade para governar. 

Diferentemente dos homens que a antecederam, nunca aliviaram seus erros, nem celebraram tanto seus acertos. A grande imprensa não hesitava em destacar seu nome em manchetes que pudessem alimentar uma impopularidade.

 Foi capa de revistas que a retratavam como louca, descontrolada, violenta, quase uma megera de contos de fadas. Até quando seu neto nasceu as mensagens dirigidas a ela e sua família eram depreciativas.

 Foi exposta por áudios que violaram sua privacidade, foi traída por seus aliados diante de todos, foi ridicularizada ao ser chamada de "querida" por um companheiro de luta, como se não tivesse direito ao afeto. Em toda parte, a mídia e os que a traíram desejam que vá embora, como uma pessoa monstruosa.

 E ela é a única sobre a qual não recaem denúncias. Não cometeu crime de responsabilidade capaz de afastá-la de seu cargo. Ontem, pela primeira vez, ela disse: “A História ainda vai dizer o quanto de violência, de preconceito contra a mulher, tem nesse processo de impeachment golpista”. 

Hoje dizemos, por tudo isso, que ela já ficou. De ponta a ponta esse processo contém elementos que são mais ou menos comuns a todas nós, mulheres. Mas não temos, nem por isso, a menor dúvida de que nós ficamos. 
De que sobrevivemos umas pelas outras e por nossos filhos. De que a invisibilidade que nos é imposta não é suficiente para que acreditemos que não estamos aqui. Que continuaremos aqui. Nós ficamos. 

Vocês vão ter que lidar com isso, institucional, coletiva e intimamente. Vocês nos matam e nascem mais milhões de "outras nós", mas agora com a memória do que vocês fizeram conosco. Nós ficamos, nós estamos aqui."
(Maria Gabriela Saldanha)
quinta-feira, 19 de maio de 2016 0 comentários

Mulheres e homens de bem deste país só têm um caminho: lutar muito pra diminuir o tamanho do estrago que esse governo trevoso e ilegítimo joga sobre nossas vidas, sonhos e direitos......

'Tou há dias querendo escrever e sempre adiando, botando uma outra tarefa na frente e adiando a escrita, empurrado mais pra frente este momento de fazer um balanço inicial do terror jogado sobre a população brasileira, a democracia, os direitos, nossas vidas... Talvez, fazendo um breve luto. Talvez.

Faz só uma semana desde aquele 12 de maio de 2016, dia em que Dilma foi deposta sem ter um único pecado venial, um delitinho qualquer. Dilma e os mais de 54 milhões de votos nela depositados foram jogados na lata do lixo por um tenebroso conluio: pela mídia golpista, pelo Congresso Nacional e pelo silêncio cúmplice do STF - Supremo Tribunal Federal, justo ele que deveria ser o guardião da Constituição, do Estado Democrático de Direito. 

Faz só uma semana, mas tem tanta treva e tanto horror nesta semana, que é como se carregássemos um século de peso nas costas.

E nestes 7 dias do desgoverno usurpador e ilegitimo de Temer, tivemos o anúncio do enxugamento do Estado justo nas políticas políticas de inclusão: extinção dos ministérios da Cultura, Previdência, Mulheres, Igualdade Racial, a eliminação da vinculação constitucional dos recursos pra saúde e educação. Quer mexer nas regras o pré-sal, tirando o passaporte das futuras gerações e para as atuais que estão empregadas, aponta com o fim da CLT - Consolidação das Leis do Trabalho, a terceirização sem limites e joga o mundo do trabalho e dos direitos sociais para mais de um século de retrocesso. Sem contar que vai tirar o Bolsa Família de de 39 milhões de pessoas e a assistência via o Programa Mais Médicos.

 Com o golpe, a treva fascista, reprimida pela luz da democracia e das políticas públicas dos últimos 13 anos, se ergueu  furiosa e é com sanha assassina que parte pra cima dos direitos, da cidadania, da democracia. Mulheres são o primeiro grade alvo, pois como já dizia Simone de Beauvoir, "basta uma crise política, econômica e religiosa para que os direitos das mulheres sejam questionados".

O golpismo não contava com a reação de artistas, intelectuais, movimentos sociais, mulheres, jovens que vêm denunciando o golpe. E vem disputando a narrativa do golpe nas redes sociais e nas ruas.

Eu não bati panela, não gritei "Fora, Dilma, Fora PT, Fora Todos", não invoquei essas trevas que cravam os dentes sobre nossos direitos e sobre a democracia. Que tem como propósito firme arrancar sonhos, soberania nacional, cidadania e empregos, e enterrar o combate à corrupção. O maior exemplo é ter extinguido a CGU - Controladoria Geral da União, que fiscalizava o Executivo. E também ter entre os novos ministros, 7 investigados por corrupção na Lava Jato. E um líder de governo acusado de homicídio e corrupção.

Vendo tudo isso, me solidarizo com Dilma, Lula, Zé Dirceu e sinto na pele que ou lutamos muito, ou gritamos muito, ou Temer, Cunha & Cia, farão um estrago muito maior.
Aos usurpadores, interessa o silêncio e todo mundo obediente e sem nada questionar.

Diante disso, nós da classe  trabalhadora e que defendemos a democracia só temos um caminho: lutar, lutar e lutar para diminuir o tamanho do estrago que farão nas nossas vidas e das futuras gerações. Vou estar no time da luta!

Dilma, força querida! Eu e mamãe todos os dias rezamos por ti e pelo Lula.
===
Atualizado às 21:20 do dia 19 de maio de 2016 - Tinha acabado de publicar este post, quando soube que a presidenta Dilma está sitiada no Palácio da Alvorada, sob forte esquema de segurança que dificulta e quase impede as pessoas de terem acesso a ela. Senador Jorge Viana, do PT do Acre, fez a denúncia. 
É a ditadura. O golpe dentro do golpe!



Síntese da fala da presidenta Dilma no dia 12 de maio de 2016, em Brasília, logo após ser deposta.


Quem bateu panela tá sendo atendido nos seus pedidos. Taí 1 semana de desgoverno


Fazendo contraponto à mídia golpista. Dando nomes aos bois.

Pepe Mujica resumindo bem a luta de classes


Nesta semana, saiba o que aconteceu.

terça-feira, 3 de maio de 2016 1 comentários

Como este Maio 2016 se torna um mês de resistência, luta e emoções em cada canto do Brasil...Mais que nunca, mês das mães de Maio...

Vivemos um estupro institucional e imoral em 17 de abril, data em que 367 parlamentares admitiram publicamente o golpe em que se transformou o impeachment da presidenta Dilma, condenada sem um único crime. E chegamos a Maio, vivendo um 1º de Maio em que a resistência virou palavra de ordem grudada às muitas e turbulentas emoções destes momentos. Dilma indo por cadafalso por um verdugo cheio de crimes, contas na Suíça, réu na Lava Jato e há quase 150 dias aguardando que o STF - Supremo Tribunal Federal bote na pauta o julgamento dele, o Cunha.

E enquanto rola no Senado o roteiro do impeachment da presidenta Dilma, com aberrações do tipo o relator do processo, senador Anastasia, cometeu quase 700 pedaladas fiscais. Ou, o próprio TCU - Tribunal de Contas da União agora diz que não houve pedaladas de Dilma...Mas enfim, tem um roteiro de golpe firmado entre parte do judiciário, parlamento e mídia e esse roteiro atropela a tudo e a todas, em especial a democracia e os direitos. 

Nesse redemoinho, acrescento as emoções das eleições do Sindicato dxs Bancárixs.Pará, ao qual retornarei como dirigente se vencer a chapa 1 como indicam as urnas. Retorno após após tê-lo presidido no amargo período do governo FHC (entre 1998 a 2002. E pra burbulhar mais ainda o caldo, meu filhote caçula que mora longe d emim, em Brasília, sofreu ontem um acidente de moto e já está na casa dele, com punho e cotovelo fissurados e um incômodo e necessário gesso no braço e a dor. Nasceu de novo, protegido por seus anjos e guias... Eras-te! Que angústia vivi ontem a noite toda!

Por tudo isso, meu nome e de mulheres e homens de luta deste país só pode ser resistência. Resistência, luta, encontrando um tempo para a poesia, pra não achar a barbárie natural... E junto com a poesia, a saudade dos que se foram, como é o caso do meu paizinho que hoje estaria no berço e em algum canto deve estar comemorando o tempo vivido na Terra conosco. Te amo, pai!

Já para  para Temer e essa ponte para o assalto aos direitos que ele pomposamente anuncia, um recado do velho Brizola: a política ama a traição, mas abomina a traição. 

 Este Maio 2016 no Brasil vai ser não apenas o mês das noivas, das flores, de Maria, do meu niver, da minha mana e do meu paizinho (este, no bembom do céu). É, principalmente, o mês das mães de Maio que lutarão até a última gota de resistência pelos direitos duramente consquistados a seus filhos e às futuras gerações.

Resistiremos!!
Filhote caçula quando saiu de Belém.. Vai ficar bem, que Deus é mais!


Meu paizinho e este abraço eterno. Hoje ele estaria no berço.
Nós na marcha da democracia em Brasília, 17 de abril de 2016.

Resistência é nosso nome!

Cmo já disse Brizola, a política ama a traição, mas ABOMINA o traidor.

O que anuncia o tal futuro governo Temer...

Vem mais por aí....congelamento das aposentadorias, furto do pré sal




 
;